8 de agosto de 2014

#EuFui: Feira das profissões da USP.

       Como prometi pra vocês, vim contar um pouquinho da minha experiência pelo campus da USP na feira das profissões que compareci ontem (07/08). Pra começar, teve um atraso de quase duas horas graças a greve que dos funcionários na Cidade Universitária, e com isso tivemos que atravessar a cidade indo pro outro lado da universidade e finalmente conseguir entrar por lá.

       Quando entramos, o primeiro stand a ser visitado foi o da turma de Farmácia da faculdade de Ciências Farmacêuticas. Um aluno do terceiro semestre nos deu orientações não só do curso, bem como a facilidade para entrar na faculdade. Que fazer cursos preparatórios ajuda sim na hora de garantir a vaga, porém deixou bem claro que: 'ao contrário do que muitos pensam, entrar na USP não é um bicho de sete cabeças, o que assusta é a pressão'. Disse ainda que, hoje em dia muita coisa mudou, como por exemplo, a nota de corte que diminuiu em alguns cursos chegando até a 40 pontos, o que facilita e muito. Ele ainda me aconselhou dizendo que é mais válido você se alojar no campus ao invés de se locomover todos os dias de casa para a faculdade, você gasta menos dinheiro no final do mês e ainda aproveita atividades extracurriculares que o curso fornece.

       O segundo stand que visitei foi o da faculdade de Ribeirão Preto, na qual obtive informações de um professor, sobre as facilidades de entrar em uma faculdade de medicina seja ela pública ou privada. Ele me contou que a nota de corte é o que mais assusta os vestibulandos, mas que não é preciso se preocupar porque a nota é garantida perante dedicação e muito estudo. E ainda aconselhou que, se não for por amor não é válido escolher uma profissão. Não adianta buscar só os lucros porque o mercado de trabalho está de olho em quem faz porque gosta e o faz bem feito. O salário só vai ser consequência do seu serviço bem prestado. Fala sério né? Ele me deu uma aula e não um conselho! rs


       No mesmo stand da turma de Ribeirão Preto, conheci um aluno que me apresentou um curso novo disponível na faculdade, que não exige muito conhecimento logo que entra e está sendo valorizado de uns tempos pra cá. Com salários de até R$ 10.000,00 para um aluno que acabou de se formar, ou seja, você já sai inserido no mercado de trabalho. A graduação do momento se chama 'Informática Biomédica'.

       Confesso que, mesmo sem nunca ter interesse em medicina, só pelos conselhos e palavras de motivação que recebi dos alunos e professores eu me animei em prestar. Porém, dentre o passeio todo pelo parque da CienTec, o que menos valeu a pena foi o stand dos cursos que eu almejo fazer. Além de não ter profissionais e alunos no stand de Publicidade e Propaganda, na área de Turismo só tinha uma moça responsável para uma grande demanda de vestibulandos e poucos folhetos de informação no balcão. Resumindo, eu saí de lá sem tirar as minhas dúvidas sobre os cursos na qual estou dividida.


       Mas contando com todo o passeio e a bagagem de conhecimento que eu trouxe de volta pra casa, valeu sim a viagem! Conheci pessoas muito legais, que me motivaram ainda mais para conseguir o que eu tanto quero: entrar na USP. Agora é continuar estudando, e não desistir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá querido leitor/leitora! Obrigada por vir comentar no meu cantinho, fico muito feliz com a sua visita. Se você também tem um blog, deixe o link dele aqui que eu irei retribuir a visita com o maior prazer. Beijinhos ❤